Real Time Web Analytics

16 de nov de 2015

Toxoplasmose, gatos e gestação!

Hoje tive o desprazer de ler num blog "informações" distorcidas e que simplesmente podem causar muita confusão sobre uma questão, já bastante complexa e cercada de mitos:  gatos, toxoplasmose e gravidez. A pessoa que publicou, além de irresponsável, certamente deveria rever a suas fontes e principalmente se atualizar! Ah! E correr léguas do G.O. que a orientou. Pois parece que não é o bastante  de asneira e bobagem dita por aí, muitos G.O. são tão desinformados, ou até mais,  que suas pacientes! Imagine a gravidinha pouco informada chegando a consulta e a médica obstetra soltar a peróla: Livre-se dos seus gatos..  Ô vontade de dar um "sopapo"!

Aqui selecionei as duas colocações da blogueira que são totalmente infelizes e teriam que ser urgentemente de EXCLUIDAS do blog. Mas como desconfio que isto não acontecerá, vamos tentar abordar a questão para dirimir o estrago causado por palavras pouco sábias.

Toxoplasmose gravidez informação errada


Compartilho aqui, não a minha opinião leiga, pois sou designer e não da área da saúde, mas sim um ESCLARECIMENTO correto e de um profissional médico, postado pela Dra. KAROLINE SOARES, GINECOLOGISTA E OBSTETRA no IG @blognovemeses, que de forma simples e muito clara explica como pode ocorrer a transmissão da TOXOPLASMOSE e principalmente demonstra que o GATO NÃO é o vilão, "viu Craúdiaaaa???"


Transcrição: GATO X GESTANTE - Calminha aí vc que anda falando que gestante não pode ter gato em casa!  Gente, isto é mito! O convívio da gestante com os gatos pode ser saudável! E absolutamente seguro! Está aí a minha paciente Fabi (lindona! ) quando esperava o Mateus para provar!  A doença mais temida quando se fala em gatos é a TOXOPLASMOSE! Que é causada por um protozoário parasita: o Toxoplasma gondii (!). Pegar toxoplasmose antes da gestação não tem problema nenhum para o bebê! (São as mulheres que tem IgG positivo!) O problema é o contato durante o período gestacional! Pode não acontecer nada mas podemos ter aborto, má formação fetal, sequelas neurológicas e oculares. Esta doença foi conhecida como "doença do gato" ... mas o gato não é tão vilão quanto parece! Olhem só como acontece... Os gatos podem transmitir a doença, mas para isso ocorrer eles devem estar infectados. Isso ocorre quando eles comem roedores, passarinhos e outros animais contaminados.  O que é muito raro de acontecer com o seu gatinho de estimação, não é?!  Mas vamos levar em consideração que seu gato é levado e come roedores!  O parasita então é passado para as fezes do gato na forma de oocisto, que é microscópio e pode ser ingerido pelo ser humano.  Então, no fim das contas, o nosso cuidado não é com o gato mas sim com o que pode estar contaminado! Água, alimentos e nossas próprias mãos!!! Ou seja, para contaminar-se você precisa que as fezes do gato tenham contato com a sua boca.  E tem mais, as fezes do gato infectado precisam ter contato com sua boca depois de 48 horas que o gato tenha defecado, caso contrário, os “ovinhos não germinam” e o ciclo não se completa! Entendido?!

Para quem tiver interesse, posso disponibilizar um artigo acadêmico (científico) com propriedade sobre o assunto e escrito a 10 mãos, por competentes médicos veterinários que são mestres e  Phd's. Acredito que isto sim tenha EMBASAMENTO para finalizar este post. Mande e-mail para margarethkms@hotmail.com)

Ah, pensando bem, ainda tem mais esta orientação simples, fica a dica linda:

Toxoplasmose gravidez


Nenhum comentário:

Postar um comentário