Real Time Web Analytics

6 de mar de 2013

Salvei a lagartixa

Você quer um "BOM DIAAA" com ou sem emoção?
O meu começøu ativo e emocionante! Acordei com vários "mius", num coro de gatinhos, sobre a minha cama em observação atonita em direção ao teto. Eu sonolenta ascendi a luz e, tchãnãããnnn: uma lagartixa linda e totalmente desesperada para sumir dali.

Bem, eu precisei intervir na situação antes que o massacre ocorresse!

Primeiro que no afã de segurar 5 gatinhos doidos escorreguei e quase me "espatifei" no chão.  Decidi colocar um pote em cima da lagartixa para assim conseguir prende-la em algo e livrá-la a morte quase certa. Nisto a dita cai e me dá outro sustão! Dei um grito que eu nunca imaginei ser capaz de produzir, algo de desespero e terror. Acho que acordei o prédio todo!

A lagartixa soltou o rabo e dai complicou, porque a gataiada queria também "papar" o rabo!
Empurra um, assopra o outro, gritaria de gato e consegui tirar a lagartixa do quarto, pela metada, mas viva! O rabo dela saltitante cobri com uma tampa e retirei de lá depois!
Para quem não tá entendendo esta parte do rabo: a lagartixa tem esta capacidade de "soltar" o rabo para distrair seu predador e com o tempo ele se regenera.

Créditos da imagem: Revista Nova Escola

Nenhum comentário:

Postar um comentário